Shippable oferece novas capacidades com analytics add-on para DevOps

A Shippable, da plataforma de integração contínua e de automação DevOps de mesmo nome, acaba de anunciar um analytics add-on para medir processos DevOps, como velocidade de desenvolvimento para componentes ou equipes ou ainda tendências de qualidade de código ao longo do tempo, filtros para intervalos de datas, componentes/equipes e anomalias no workflow.


Desenvolvido em 2013 como um provedor de integração contínua focado em fluxos de trabalho baseados em Docker, o Shippable agora também oferece suporte a múltiplas plataformas e tipos de packaging de aplicativos, incluindo arquivos executáveis, JAR/WAR para Java, Tar para Node.js. As integrações estão disponíveis para oitenta produtos em toda a cadeia de ferramentas DevOps, incluindo fornecedores de controle de origem, como GitHub Cloud/Enterprise, Bitbucket Cloud/Server e Gitlab, além de repositórios de artefatos como Docker Hub e JFrog Artifactory, ferramentas de automação de infraestrutura como Ansible e Terraform e provedores de nuvem e plataformas de orquestração incluindo Kubernetes, Microsoft Azure, Amazon ECS e Google Cloud.

Manisha Sahasrabudhe, co-fundador e VP de gestão de produtos da Shippable, explica como funciona a plataforma: “o Shippable oferece uma maneira comum para entrega de aplicativos, independentemente de packaging, arquitetura (monolítica vs microserviços) ou ambiente de destino (nós on-premises, VMs na nuvem, plataformas de orquestração Docker etc.). Em ambientes híbridos, já que agora há suporte para aplicações modernas e tradicionais, a experiência é consistente”, garante ele.

O analytics add-on usa os dados transacionais de todas as instâncias Shippable agregadas usando os scripts do Postgres e SQL. O Angular é usado para visualizar esses dados através das APIs REST do Shippable.

O analytics add-on do Shippable integra-se ao monitoramento de problemas no JIRA e no GitHub. Ferramentas de gerenciamento de configuração como Ansible, Terraform, Chef ou Puppet também podem ser usadas como parte do workflow e fornecem dados para o analytics. Os clientes podem configurar visualizações personalizadas e filtrar a informação através dos painéis de nível de projeto e de nível de organização. As APIs REST do Shippable podem chamar o add-on do Shippable de outros mecanismos de relatórios para exibir informações.

Fonte: InfoQ

 

 

21