O Big Data nas empresas: saiba como lidar com o grande volume de informações

Enquanto você lê este artigo, 52.196 curtidas no Facebook, 694 fotos no Instagram, 4.608 buscas no Google e 5.700 tuítes serão registrados a cada segundo, de acordo com o site The Internet in Real-Time. E esses números da web são apenas uma fração do gigante volume de dados gerados pela sociedade da informação.

unnamed

Interações nas redes sociais, pesquisas nos mecanismos de busca, sinais de GPS e outros sensores, transações de cartão de crédito e registro de outros inúmeros hábitos compõem um conjunto enorme de dados que chamamos de Big Data. Essas informações, quando organizadas, apontam as preferências de clientes e podem impulsionar os resultados de qualquer negócio. Isso porque as análises do Big Data indicam comportamentos do mercado, da concorrência e dos consumidores que são importantes para uma tomada de decisões mais assertiva. Mais do que contar com palpites, todo e qualquer gestor precisa de dados concretos para garantir o sucesso das suas ações. Saiba como o Big Data pode ajudá-lo a estruturar e entender o grande volume de informações do seu negócio.

Os 5 Vs do Big Data

Nas corporações, o estudo de dados relativos à empresa não é uma novidade. No entanto, até pouco tempo, eram considerados apenas os dados históricos (como número de vendas, receita, despesas e base de clientes). Além disso, as análises eram feitas de forma lenta em comparação à velocidade com que as decisões precisavam ser tomadas. A vantagem do Big Data aos negócios é que as informações processadas são baseadas em cinco Vs:

  • Volume: por agregar dados gerados pelos sistemas transacionais, pelos objetos da “Internet das Coisas” (como sensores e câmeras) e pelas redes sociais;
  • Variedade: por se tratar de dados estruturados, como informações textuais e numéricas, e não estruturados, como fotos, vídeos e tuítes;
  • Velocidade: por armazenar dados que chegam a todo instante, em tempo real, e porque precisamos responder aos eventos ao mesmo tempo em que eles são gerados;
  • Veracidade: por lidar com análises e estatísticas de grandes volumes de dados, que compensam possíveis unidades de informação incorretas (principalmente as geradas na internet, provenientes de fraudes ou notícias falsas);
  • Valor: por relacionar, cruzar e comparar todas as informações coletadas, dando respostas às perguntas ou aos problemas de um negócio.

Por considerar esses cinco fatores, as análises do Big Data determinam a relevância entre os extensos volumes de dados, agregam valor às informações a partir dessa relevância e possibilitam que os gestores e empresários tomem medidas rápidas para lidar com os desafios do mercado na velocidade adequada. Afinal, dados não tratados e analisados em tempo hábil são inúteis, pois não geram respostas.

Tecnologia para armazenar e organizar as informações

A cloud computing é um dos grandes aliados do Big Data. Isso porque o armazenamento das informações na nuvem facilita o processamento de um excessivo volume de dados e reduz bastante os custos com tecnologia.

Também são utilizados bancos de dados NoSQL e softwares capazes de processar informações em massa, como o Hadoop, que divide uma grande tarefa em tarefas menores e depois as combina para apresentar uma solução à tarefa maior, como, por exemplo, analisar padrões de usuários em sites de e-commerce para sugerir novos produtos a cada cliente.

A análise dos dados

Mas não basta armazenar e organizar as informações, é preciso compreendê-las para obter algum valor dos dados. A tecnologia ajuda a coletá-los e agrupá-los, mas é importante a figura do cientista de dados para consolidar tudo.

É ele quem vai transformar essas grandes quantidades de dados em ações práticas, descobrir afinidades e tendências por trás dos algoritmos e traduzir planilhas em insights, por meio de técnicas estatísticas, análises exploratórias e preditivas.

Para que o seu negócio não se perca no meio de tanta informação, você precisa armazenar os dados da empresa, lançando mão de recursos tecnológicos, e estudá-los por meio de técnicas de análises.

Seu empreendimento já conta com uma solução de Big Data? Então deixe aqui um comentário e conte como a análise das informações está contribuindo para o desenvolvimento do seu negócio!

21