Escalabilidade de negócios online: Como funciona?

Para obter sucesso, o projeto de uma startup precisa ter escalabilidade. Certamente você já ouviu falar no conceito, mas será que compreende exatamente o que ele significa? Saiba que esse termo é o que define se um negócio tem chances viáveis de crescer e ganhar o mercado.

Escalabilidade

Se interessou? Descubra agora quais características sua startup precisa ter para ser considerada escalável!

Saiba calcular a escalabilidade

O modelo de sua startup terá de se mostrar viável do ponto de vista econômico para ser considerado escalável. Isso significa que o produto/serviço poderá ser comercializado em larga escala sem demandar aumento expressivo de investimento. Ou seja, trata-se de matemática pura e simples. Para sair do papel, os custos da sua ideia devem ser compensados, com boa margem, pelo faturamento previsto.

No momento de fazer os cálculos, você deve ter em mente que custos não envolvem apenas as despesas diretas do produto ou serviço que pretende vender. Deve-se levar em conta uma série de outros fatores que virão com o crescimento do negócio, como a contratação de mão de obra e a locação de espaço físico (e até mesmo as pequenas despesas como a conta da Internet e as faturas de água e energia elétrica).

Se ao final você descobrir que seu projeto ficará muito caro, a melhor solução será desistir dele. Essa avaliação vai lhe poupar os desgastes e prejuízos de descobrir que um serviço/produto não é economicamente viável depois de colocado no mercado. Mas, se por outro lado, os números apontarem para cenários financeiros positivos, você terá a segurança de manter o projeto.

Aumente o potencial de escalabilidade do seu negócio

Como em qualquer empresa convencional, cortar gastos e buscar soluções financeiras inteligentes é essencial para uma startup. Algumas ações podem melhorar o potencial de escalabilidade do seu negócio. E se você quer vê-lo decolar de fato, é bom considerar o uso de algumas delas!

Um bom começo é desenvolver um MVP (sigla em Inglês para produto viável mínimo) de qualidade. Com ele, será possível verificar se os consumidores vão aceitar bem sua proposta e se estarão dispostos a pagar o quanto ela custa. Resultados positivos indicam maiores chances de escalabilidade!

Outra questão importante é basear seu projeto na utilização do cloud computing. Esse sistema é extremamente vantajoso na geração de economia para negócios online. Utilizando-o, quando crescer, sua startup não precisará investir pesado na aquisição de equipamentos ou softwares e também não terá de arcar com custos de contratação de mão de obra especializada em TI.

Planejamento e escalabilidade devem caminhar juntos

Para terminar, você deve saber que os conceito de escalabilidade e planejamento precisam caminhar juntos. Isso mesmo! Calcule o potencial de escalada da sua startup a curto, médio e longo prazos. De nada adianta o projeto ser viável apenas no começo – quando a empresa tiver dois ou três clientes – se não for possível trabalhar em larga escala no futuro.

Por que é tão importante planejar o crescimento da startup a partir da escalabilidade?

Simplesmente porque são esses os dados que investidores – públicos ou privados – analisarão antes de acreditar na sua ideia e injetar dinheiro nela! Portanto faça os cálculos, prepare as planilhas e esteja bem preparado para defender a proposta. Desejamos uma boa escalada para sua startup!

Gostou das informações? Deixe aqui seus comentários!

21