Por que sistemas na nuvem são mais econômicos?

O conceito da computação em nuvem vem ganhando cada vez mais espaço no mundo corporativo. Empresários atentos à tendência de mercado e às ofertas tecnológicas já perceberam o quanto o modelo é vantajoso, seja para rodar softwares quanto para armazenar dados. A ferramenta permite autonomia de acesso, segurança de hospedagem e suporte de qualidade.

unnamed

As vantagens são muitas. Mas além de todos esses benefícios, a computação em nuvem ainda oferece um atrativo extra e importantíssimo: o baixo custo. A contratação do serviço de cloud computing significa ganhos econômicos expressivos e são eles que têm chamado a atenção de tantas empresas ao redor do mundo, desde as grandes corporações até médios e pequenos empreendimentos .

Para as startups, que estão em fase de desenvolvimento e não contam com aporte financeiro para investir em pessoal e equipamentos, a computação em nuvem é uma solução não apenas viável mas também muito inteligente. Se você é gestor de uma startup e quer entender melhor as vantagens do cloud computing, confira a lista a seguir.

Afinal por que os sistemas em nuvem são mais econômicos?

Não necessita investir em equipamentos
Tradicionalmente, para armazenar dados e rodar os softwares da sua startup, você precisará investir em equipamentos. Será preciso contar com computadores que tenham processadores muito potentes e discos com grande capacidade de armazenamento. Será preciso ainda manter uma central, o que demanda, inclusive, espaço físico.

Já se optar pelo cloud computing, você contratará todo esse serviço de uma empresa. Ela vai armazenar seus dados em segurança e garantir que os programas e softwares rodem em perfeitas condições. Você e o restante da equipe farão o acesso por meio de permissões e senhas, sem precisar se preocupar com a parte operacional.

Não precisa investir em softwares
No caso de você optar pela implantação e operação de um sistema próprio de computação, terá de pagar pelos programas instalados em cada uma das máquinas. Isso significa não apenas um alto investimento imediato mas também que, à medida em que sua equipe for crescendo, novos custos virão. Sem contar que o software pode ficar obsoleto em pouco tempo e se você quiser atualizá-lo terá de adquirir as novas versões.

A partir do momento em que contratar o serviço de cloud computing, esses problemas deixam de existir. Você terá acesso irrestrito ao software contratado e aos dados armazenados.
Qualquer pessoa, que tiver os dados de acesso (como login e senha, por exemplo), poderá acessar o sistema de qualquer computador ou dispositivo móvel, em qualquer parte do mundo. À medida em que o software sofrer atualizações não será necessário realizar pagamentos de taxas extras.

Não precisa investir em pessoal e manutenção
Se sua startup pretende manter um sistema próprio de computação, precisará de um departamento de TI. Não importa se for apenas um funcionário, ele será essencial para operar o sistema e realizar as manutenções necessárias. E sabe o que isso significa? Custos! Além de salário e encargos trabalhistas, você ainda terá de arcar com os reparos e peças que eventualmente terá de trocar.

Já no caso da computação em nuvem, você não terá esse tipo de dor de cabeça. Toda a responsabilidade pela operação e manutenção do sistema fica à critério da empresa contratada para prestar o serviço. Além do mais, caso precise, você contará com suporte operacional.

Tem flexibilidade para investir
O pagamento do serviço de computação em nuvem é bastante flexível e você decide o quanto quer investir. Para armazenamento de dados, por exemplo, sua startup só vai pagar pelo que usar, podendo escolher entre diversos planos. Já se utilizar um software na nuvem, o pagamento será pelo direito de uso, o que já inclui as atualizações futuras como visto acima.

Outra questão importante neste tópico é que o cloud computing acompanha a escalabilidade da sua startup, de acordo com as demandas ou necessidades. Se você conseguir fechar um bom negócio e precisar de mais espaço ou novas ferramentas, não será necessário fazer um grande investimento da noite para o dia. Basta contratar um novo plano ou serviço, ou ainda aumentar a capacidade das suas próprias máquinas no seu servidor de Cloud.

Economiza tempo e energia
Sistema, gerenciamento de rede e programas, armazenamento de dados. Nada disso será um problema para você a partir do momento em que implantar um sistema de computação na nuvem em sua startup. Sem essas questões para se preocupar, você economiza não apenas recursos financeiros mas tempo e energia. Dessa forma, poderá se dedicar àquilo que realmente interessa: colocar seu produto ou serviço no mercado e ganhar dinheiro.

A Rivendel tem capacidade de te dar todo o apoio para a criação e manutenção do seu ambiente cloud, além de sermos um dos principais parceiros da AWS (Amazon Web Services) no Brasil, onde conquistamos o nível Standard de parceria com a AWS.

Já pensou em aderir à computação em nuvem? Comente!

21